Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

Notícias

Praça da Catedral terá ação educativa e testes rápidos de hepatites B e C


27/07/2022 - 19:06




A Secretaria de Saúde realiza, às 10h desta quinta-feira, dia 28 de julho, Dia Mundial do Combate às Hepatites Virais, uma ação educativa sobre a doença na Praça da Catedral. Em seguida, por volta das 13h30, haverá testagem rápida de hepatites B e C. O evento é uma parceria entre o Centro de Referência em IST, HIV/Aids e Hepatites Virais e a Organização de Sociedade Civil de Interesse Público Terra das Andorinhas.
 
 
As hepatites B e C têm transmissão sanguínea e sexual e podem se tornar crônicas. Além disso, na grande maioria das vezes, são doenças silenciosas. Por isso, a testagem é necessária. A B pode ser prevenida por vacina. Para a hepatite C ainda não há vacina disponível.
 
 
É muito importante que as pessoas com histórico de transfusão sanguínea antes de 1993; que fizeram ou fazem uso de drogas e que tiveram ou têm relações sexuais desprotegidas façam o teste rápido ou sorológico convencional das doenças. 
 
 
Além disso, não é indicado compartilhar objetos perfurocortantes com outras pessoas (lâminas de barbear, alicates para cutícula, insumos para tatuagem e piercing, entre outros).
 
 
Todos os centros de saúde e o Centro de Referência em IST, HIV/Aids e Hepatites Virais oferecem os testes rápidos e convencionais para hepatites B e C e a vacina contra hepatite B.
 
 
No 1º semestre de 2022 foram distribuídos 4.950 testes rápidos para hepatite B e 7.260 para hepatite C. De acordo com o coordenador do Programa Municipal de IST, HIV/Aids e Hepatites Virais, Josué Nazareno de Lima, o amplo acesso à testagem para as hepatites B e C é uma estratégia fundamental no cuidado e controle das hepatites.

Clique aqui para acessar as imagens desta matéria em alta resolução

Crédito: Divulgação

Foto: Testes são essenciais para detectar as hepatites, na maior parte, silenciosas | Crédito: Divulgação

Testes são essenciais para detectar as hepatites, na maior parte, silenciosas