Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

Notícias

Campanha de vacinação contra gripe e sarampo termina na sexta-feira, 3/06


01/06/2022 - 15:44




A campanha de vacinação contra a gripe e o sarampo termina na próxima sexta-feira, dia 3 de junho. A Secretaria Municipal de Saúde de Campinas alerta que a cobertura vacinal para crianças ainda está muito abaixo do previsto. A meta é alcançar 90% de cobertura. No entanto, até o momento, apenas 30% das crianças foram imunizadas contra e gripe e 25% conta o sarampo. A imunização de gestantes e puérperas contra influenza também está distante da meta.
 
 
A articuladora do Programa Municipal de Imunização, Chaúla Vizelli, chama a atenção das pessoas que fazem parte do público-alvo da campanha para que procurem os Centros de Saúde e se vacinem. As vacinas são seguras e reduzem risco de morte e hospitalizações. Chaúla informa que a dose contra a gripe precisa ser feita todos os anos porque a composição da vacina muda de acordo com as cepas que estão em circulação.
 
 
“Até o momento, não há previsão de prorrogação da Campanha. Por isso, alertamos a população para que procure os Centros de Saúde para se imunizarem. A oportunidade termina em dois dias e é muito importante ampliar a cobertura dos grupos elegíveis, principalmente com o aumento dos casos de doenças respiratórias registrado na última semana”, ressaltou.
 
 
As doses estão disponíveis em 65 Centros de Saúde do município (apenas os CSs Boa Esperança e Joaquim Egídio não aplicam as vacinas). Consulte na página vacina.campinas.sp.gov.br os endereços das unidades e horários de funcionamento das salas de vacina.
 
 
Balanço
 
 
O balanço divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, na última semana, mostra que desde o início da Campanha, em 26 de março, 188.243 pessoas já foram vacinadas contra a Influenza (gripe).
 
 
Estão incluídos na campanha de vacinação: pessoas a partir de 60 anos, crianças entre seis meses e menores de cinco anos, trabalhadores da saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, pessoas com deficiência, gestantes e puérperas (mulheres com até 45 dias após o parto). Também estão contemplados os caminhoneiros, trabalhadores do transporte coletivo rodoviário, trabalhadores portuários, forças de segurança e salvamento, forças armadas, funcionários do sistema prisional, população privada de liberdade, além de adolescentes e jovens sob medida socioeducativa.
 
 
Do público-alvo de gestantes, somente 26% das pessoas foram vacinadas, isto é, 2.850 mulheres. Com relação às crianças, a cobertura vacinal de 30% representa 19.362 doses aplicadas. Já no caso das puérperas, 37% do grupo foi vacinado (665 doses aplicadas). Para os idosos, a cobertura está em 80%, com 116.985 doses aplicadas e, no caso dos trabalhadores de saúde, 27.924 foram vacinados (53% de cobertura prevista).
 
 
Sarampo
 
 
A vacina contra o sarampo pode ser aplicada ao mesmo tempo que a da gripe.
 
 
A campanha de vacinação contra o sarampo é voltada para crianças de seis meses a menores de cinco anos de idade, e a meta é vacinar 95% delas. Foram aplicadas 16.439 doses para esse público, 25% do total previsto.
 
 
Também estão sendo vacinados os profissionais de saúde que estejam com doses da vacina contra o sarampo atrasadas. Foram aplicadas 1.542 doses neste público.

Clique aqui para acessar as imagens desta matéria em alta resolução

Crédito: Eduardo Lopes/Arquivo PMC

Foto: Vacinas contra a gripe e o sarampo são seguras e reduzem risco de hospitalização e morte | Crédito: Eduardo Lopes/Arquivo PMC

Vacinas contra a gripe e o sarampo são seguras e reduzem risco de hospitalização e morte