Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

Notícias

Nesta 2ª, dos 75 leitos para adultos com SRAG em Campinas, há 47 vagas


02/05/2022 - 18:50




 

 

Nesta segunda-feira, 2 de maio, Campinas conta com 75 leitos de UTI adulto destinados a pacientes com Síndromes Respiratórias Agudas Graves (SRAG). As informações são do Boletim Epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde.
 


Do total de leitos para adultos, 47 estão ocupados, o que corresponde a 62,6% de ocupação. Há 28 leitos livres nas redes pública e privada de saúde.
 


Hoje, cinco pacientes adultos com covid-19 estão internados em UTI e 17 em enfermaria.
 


Os leitos de UTI adulto estão disponibilizados da seguinte maneira:

SUS Municipal – 27 leitos, dos quais 22 estão ocupados, o que equivale a 81,4% de ocupação. Há cinco leitos disponíveis.

SUS Estadual – 10 leitos, dos quais 7 estão ocupados, o que corresponde a 70% de ocupação. Há três leitos livres.

Particular – 38 leitos, dos quais 18 estão ocupados, o que equivale a 47,3% de ocupação. Há 20 leitos disponíveis.


UTI Infantil

 


No boletim de hoje, dos 103 leitos de UTI Infantil, 91 estão ocupados, o que corresponde a 88,3% de ocupação. Há 12 leitos livres.
 


Do total de leitos de UTI Infantil ocupados, 54 são por crianças com SRAG.
 


Os leitos de UTI infantil estão disponibilizados da seguinte maneira:

SUS Municipal – 34 leitos; todos estão ocupados, o que equivale a 100% de ocupação.

SUS Estadual – 20 leitos, dos quais 19 estão ocupados, o que equivale a 95% de ocupação. Há um leito livre.

Particular – 49 leitos, dos quais 38 estão ocupados, o que equivale a 77,5% de ocupação. Há 11 leitos disponíveis.

 


A Prefeitura de Campinas informa ainda que no SUS Municipal há 59 crianças internadas em leitos de enfermaria. Vinte e oito esperam por vaga e estão sendo assistidas nos prontos-socorros. 


 


Clique aqui para acessar as imagens desta matéria em alta resolução

Crédito: Arquivo PMC

Foto: Informações são do Boletim Epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde | Crédito: Arquivo PMC

Informações são do Boletim Epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde