Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

Notícias

Caminhada marca dia internacional da pessoa com deficiência


03/12/2010 - 11:56




Bel Buzzo Alonso 

 

Uma caminhada num trecho entre o Parque Portugal (Lagoa do Taquaral) e a Praça Arautos da Paz, no próximo domingo, dia 5 de dezembro, marca o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência .

 

A atividade é uma iniciativa do movimento organizado das pessoas com deficiência de Campinas, e neste ano, chamará a atenção para a acessibilidade, já que a cidade está entre os municípios escolhidos pelo Governo Federal para fazer parte do projeto “Cidade Acessível É Direitos Humanos”.

 

Vale destacar que Campinas, junto com outras cinco cidades brasileiras e única no Estado de São Paulo, foi certificada como “Cidade Acessível é Direitos Humanos” por buscar, por meio de inúmeros instrumentos, a acessibilidade 100%.

 

O município possui legislação específica, salas multifuncionais, reabilitação física, ônibus e vans adaptados, estações de transferência, rampas de acesso, Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência, instituído e atuante, entre outros instumentos.

 

A concentração dos participantes será no Portão 1 da Lagoa, em frente ao Lago do Café, a partir das 9h. Durante a manifestação serão distribuídos folhetos informativos para que a população em geral conheça o projeto do Governo Federal e fique atenta para o cumprimento das leis que garantem a acessibilidade ampla – arquitetônica, comunicacional e atitudinal - àqueles que têm alguma deficiência.

 

A manifestação pública é uma promoção do Conselho Municipal de Direitos da Pessoa com Deficiência (CMPD), Centro de Vida Independente de Campinas (CVI-Campinas); Associação de Esportes Adaptados de Campinas (Adeacamp), Fraternidade Cristã de Deficientes (FCD), Grupo de Amigos Desportistas de Campinas (Gadecamp) e Centro de Referência em Reabilitação de Campinas (CRR).

 

O Dia internacional da Pessoa com Deficiência - 3 de dezembro – foi instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1998, com o objetivo de promover uma compreensão maior dos assuntos relacionados ao tema, visando mobilizar a defesa da dignidade, dos direitos e o bem estar das pessoas.

 

Procura também aumentar a consciência dos benefícios trazidos pela integração das pessoas com deficiência em cada aspecto da vida política, social, econômica e cultural.