Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

Notícias

Alerta da Dengue aponta 17 bairros com risco de transmissão da doença


29/03/2022 - 19:25




A Secretaria de Saúde divulgou o Alerta 28 da Dengue em Campinas nesta segunda-feira, dia 28 de março, com as novas áreas que estão com risco de transmissão da doença.
 
São 17 bairros localizados nas regiões Leste (Jardim Conceição, Jardim Flamboyant, Vila 31 de Março e Vila Itapura); Noroeste (Parque Valença II e Satélite Íris I); Norte (Parque Cidade, Residencial Padre Josimo, Vila Renascença e Vila San Martin); Sudoeste (Jardim Maria Rosa, Jardim Uruguai, Loteamento e Arruamento Telesp, Parque Universitário de Viracopos); e Sul (Jardim Fernanda, Jardim São Vicente e Swift).
 
Segundo a coordenadora do Programa de Arboviroses de Campinas, Heloísa Malavasi, a Prefeitura tem realizado ações diárias para combater a dengue, mas a participação da população é fundamental. “O objetivo do alerta é estimular a população para verificação dos potenciais criadouros”.
 
A Prefeitura chama a atenção da população para os cuidados necessários para evitar o ciclo de vida e reprodução do mosquito Aedes aegypti, uma vez que 80% dos criadouros estão nos quintais e dentro de casa. Entre os cuidados, os moradores devem manter caixa d’água fechada ou telada; limpar as calhas e, caso necessário, desentupí-las; trocar a água de vasos de plantas e lavar o recipiente com bucha e sabão para remover os ovos do mosquito.
 
As pessoas que têm bromélia devem regar a planta com mangueira de pressão uma vez por semana e limpar a face interna de todas as folhas (onde a água fica acumulada, o que favorece a proliferação de ovos e larvas do mosquito). Outra recomendação é evitar o acúmulo de entulho e recicláveis.

Clique aqui para acessar as imagens desta matéria em alta resolução

Crédito: Arquivo PMC/Carlos Bassan

Foto: A participação da população no combate à dengue é fundamental, uma vez que 80% dos criadouros estão nos quintais e dentro de casa | Crédito: Arquivo PMC/Carlos Bassan

A participação da população no combate à dengue é fundamental, uma vez que 80% dos criadouros estão nos quintais e dentro de casa