Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

Notícias

Crianças de 5 a 11 anos começam a ser vacinadas contra a Covid nesta terça


18/01/2022 - 12:49




A Secretaria de Saúde de Campinas iniciou a vacinação contra a Covid-19 em crianças, de 5 a 11 anos, nesta terça-feira, 18 de janeiro. O primeiro grupo contemplado é o de pessoas desta faixa etária com doenças preexistentes ou deficiência permanente, além de indígenas e quilombolas. Estão sendo disponibilizadas 5 mil vagas para este grupo, com o imunizante pediátrico da Pfizer. Os próximos grupos contemplados serão divulgados em breve.
 
 
 
O prefeito Dário Saadi esteve no Centro de Saúde Jardim Nova América para acompanhar o início da vacinação de crianças. “É muito importante vacinar as crianças, porque é o último grupo que estava faltando. A vacina é o principal instrumento de enfrentamento a esta pandemia. Estamos fazendo isto com bastante cuidado, o agendamento é pela internet, com hora marcada, sem aglomeração.”, destacou o prefeito.
 
 
 
A coordenadora do Programa de Imunização de Campinas, Marcelle Regina Silva Benetti, explicou: “Precisamos diminuir a transmissão da Covid, evitar os casos graves e as mortes. Quando vacinamos este público, de 5 a 11 anos, aumentamos a cobertura vacinal, o que diminui a circulação do vírus e as variantes. A vacina é um ato de amor coletivo.”
 
 
 
O agendamento deve ser feito no site vacina.campinas.sp.gov.br ou pelo telefone 160. Pessoas que tiverem dificuldade devem procurar o centro de saúde mais próximo. A vacinação de crianças está sendo feita, durante a semana, exclusivamente em seis centros de saúde: CS DIC 6; CS Santo Antônio; CS Nova América; CS Figueira; CS San Martin.
 
 
 
Campinas tem 112.275 pessoas com idade entre 5 e 11 anos. Os documentos necessários para que a criança receba a dose estão listados no vacina.campinas.sp.gov.br.
 
 
 
Proteção coletiva
 
O Centro de Saúde DIC 6, no DIC 6, distrito do Ouro Verde, foi um dos pontos de vacinação de crianças contra a Covid-19. Após a picadinha, ganham um adesivo com desenho de coração, escrito: “Vacinei sem medo, agora estou protegido!”
 
 
 
A professora Isadora Franco Di Gianni levou o filho Pietro Sugobono Di Gianni, 11 anos, para tomar a dose no CS DIC 6: “A vacinação é fundamental, é uma ação coletiva. Somente quando todos estiverem vacinados, estaremos protegidos”. Isadora também tem uma filha de 6 anos, Caroline, que será vacinada assim que o grupo dela for contemplado.
 
 
 
Felipe Miguel Lopes, de 10 anos, foi acompanhado pela mãe, Letícia Gabriela Porto Lopes. “É muito importante que todos se vacinem. Tenho visto o quanto as pessoas são afetadas pela doença”, disse Letícia.
 
 
 
As irmãs Yasmin e Letícia Antunes Braga, de 10 e 6 anos, foram com a mãe Das Virgens Antunes Braga, e não tiveram medo de levar a picadinha.”Estamos muito felizes. Elas estavam ansiosas para tomar a vacina. Sempre soube que a vacina era importante, sou a favor. Se eu puder falar para as pessoas que venham, eu falo”, disse a mãe.

Crédito: Fernanda Sunega

Foto: Prefeito Dário: vacina é o principal instrumento de enfrentamento à pandemia | Crédito: Fernanda Sunega

Prefeito Dário: vacina é o principal instrumento de enfrentamento à pandemia

Crédito: Eduardo Lopes

Foto: Isadora Franco Di Gianni e o filho Pietro | Crédito: Eduardo Lopes

Isadora Franco Di Gianni e o filho Pietro

Crédito: Fernanda Sunega

Foto: São 5 mil vagas para vacinação | Crédito: Fernanda Sunega

São 5 mil vagas para vacinação

Crédito: Eduardo Lopes

Foto: Vacinar as crianças aumenta a cobertura vacinal e diminui a circulação do vírus | Crédito: Eduardo Lopes

Vacinar as crianças aumenta a cobertura vacinal e diminui a circulação do vírus