Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

Notícias

Prefeito Jonas Donizette anuncia plano de ações dos 100 primeiros dias


07/01/2013 - 19:35




 

Da redação

 

O prefeito de Campinas Jonas Donizette anunciou no último  dia 7 de janeiro, o plano de ações para os 100 primeiros dias do seu governo. A iniciativa inclui medidas para o cuidado com os moradores e com a cidade.

 

O esforço será de toda Administração com enfoque na questão de serviços públicos e nas pastas de Saúde, Segurança, Educação, Transportes, Direito das Pessoas com Deficiência e Mobilidade Reduzida, Habitação, Sanasa entre outras. O plano de trabalho será iniciado imediatamente e executado em 100 dias e vai contemplar todas as regiões do município.

 

Na cerimônia do anúncio estavam presentes o vice-prefeito, Henrique Magalhães Teixeira; todos os secretários e presidentes de autarquia; o presidente da Câmara, vereador Campos Filho e outros integrantes do Legislativo; gestores públicos; representantes da população; e a imprensa.

 

O prefeito Jonas Donizette agradeceu o secretariado que, segundo ele, cumpriu agenda antes mesmo da posse para que fosse possível apresentar o plano logo no início da gestão e iniciar imediatamente as ações.

 

Cuidado com a cidade

 

O primeiro a expor foi o secretário de Serviços Públicos Ernesto Paulella. Ele ressaltou que as ações da sua pasta não esgotam as necessidades, mas eliminam gargalos que a cidade tem. “Vamos contar com o esforço do funcionalismo, a criatividade dos gestores e a boa vontade do secretário de Finanças (Hamilton Bernardes Júnior)”, afirmou.

 

Paulella informou que as ações para sua pasta incluem a recuperação e pavimentação do Viaduto Cury, no Centro da cidade, onde está previsto o consumo de 350 toneladas de massa asfáltica. Também receberão reparos avenidas como a Heitor Penteado (que circunda o Taquaral), Magalhães Teixeira (uma das marginais do Piçarrão, na região Sul), Delfino Cintra (no Cambuí, Centro) e Barão de Itapura (no Guanabara, Leste). A previsão é de que serão necessárias 400 toneladas de massa asfáltica.

 

Além disso, está prevista a Operação Tapa-Buraco. Paulella explicou que, para priorizar e otimizar este serviço, foi desencadeado mapeamento que identificou, até agora, 40 mil buracos. A ação vai consumir 10 mil toneladas de massa e será realizada conforme normas de engenharia de pavimento.

 

Também serão promovidas drenagem de águas pluviais nas avenidas Orosimbo Maia e Delfino Cintra, que vão receber novos ramais de galeria; recuperação de passarelas, como a do Parque Via Norte; e limpeza e remoção de detritos na comunidade conhecida como Iraque, no Jardim Conceição, em Sousas.

 

O plano inclui, ainda, recuperação de bosques e jardins como o do Parque Santa Bárbara, na região Norte; do Centro de Lazer Omar Cardoso (entre o Jardim Flaboyant e o Novo Cambuí), que será rearborizado, iluminado e terá quadras reformadas; e do Centro de Lazer Jaime Lerner, localizado entre o Jardim Brasil e o Parque Taquaral. O Parque Ecológico Professor Hermógenes de Freitas Leitão, em Barão Geraldo, terá equipamentos recuperados e receberá nova iluminação.

 

Entre as prioridades elencadas pelo prefeito Jonas constam a restauração da Concha Acústica do Parque Portugal, na Lagoa do Taquaral, e dos Bondes Turísticos da Lagoa; e a reurbanização do canteiro central da avenida Albino J. B. Oliveira, em Barão Geraldo.

 

O Lago do Café, um dos principais parques públicos da cidade, localizado próximo à Lagoa do Taquaral, será reaberto à população. A área foi fechada à visitação pública em outubro de 2008 por conta do risco da febre maculosa e será entregue à população, agora em condições seguras.

 

Equipamentos da rede pública de saúde

 

As medidas de cuidado com a cidade também vão contemplar os equipamentos da rede pública municipal de saúde. Todos os Centros de Saúde vão passar por recuperação paisagística e receber ações de limpeza e conservação.

 

A vegetação invasora das calçadas e passeios públicos será raspada e removida. Todos os monumentos públicos serão limpos e, a partir de então, vão receber ações periódicas de conservação.

 

A região Central vai receber lixeiras novas e as velhas que estiverem em mau estado de conservação serão recuperadas. A meta é que sejam colocadas em funcionamento 1.300 lixeiras. As escadarias da Catedral e a Rua 13 de Maio serão lavadas diariamente e a população de rua que habita o local vai receber atenção especial da Secretariai de Cidadania, Assistência e Inclusão Social. A Secretaria de Segurança também vai atuar no local com mais intensidade.

 

A força-tarefa vai atuar também para desobstruir bocas de e lobo e ramais de galeria pluvial. As cooperativas de reciclagem também serão contempladas com kits de reciclagem com objetivo de instrumentalizar e capacitar os trabalhadores e obter recursos junto ao Governo Federal. Ainda está previsto projeto de reestruturação da Unidade Recicladora de Campinas, que recebe por dia 2,5 mil toneladas de materiais.

 

Cuidado com as pessoas

 

Na parte relativa ao cuidado com as pessoas, Jonas Donizette anunciou o que chamou de 'Prefeito no Posto', que prevê visitas aos centros de saúde para conferir as instalações (infraestrutura, recursos humanos, equipamentos, materiais e acessibilidade), ouvir as equipes de saúde e sentir de perto as necessidades da população. O objetivo é, a partir de cada visita e diagnóstico, desencadear ações para qualificar a assistência.

 

Também será iniciada a implantação do 'Remédio em Casa', com entrega no domicílio de medicações para pacientes com doenças crônicas como diabetes e hipertensão. Nos primeiros 100 dias a meta é implantar em uma região da cidade. O 'Saúde Urgente' vai ampliar leitos com a meta de suprir pelo menos a metade da necessidade atual da rede, de 100 leitos, nos 100 primeiros dias. No total, estão previstos mais 41 leitos no Hospital Ouro Verde, 50 na Santa Casa e 48 no Celso Pierro.

 

Para a Educação, o prefeito anunciou o 'De olho na Escola'. A meta é garantir infraestrutura, material didático e recursos humanos para o que Jonas Donizette chamou de “boa volta às aulas”. A Administração vai garantir também, nos 100 dias, a primeira etapa do 'Creche 100%', com a abertura do processo de licitação para a construção de oito novas Naves-Mãe.

 

Na área de Transportes, em 1º de março começa a vigorar a ampliação do Bilhete Único de 1h30 para 2 horas. O 'Passe Lazer' será implantado, também a partir de março, com a tarifa 50% mais barata aos domingos. A implantação será de forma gradativa, sendo, no início, um final de semana por mês. O 'Trânsito Amigo' prevê a redução de 20% dos radares, campanhas de mobilização social para conscientização sobre educação no trânsito, redução das mortes no trânsito e intensificação das ações para coibir o ato de dirigir embriagado.

 

A Secretaria de Direito das Pessoas com Deficiência e Mobilidade Reduzida vai implementar o 'Embarque Acessível', para garantir melhorias no acesso ao transporte público, inciando pelas linhas com itinerários de maior demanda deste público. Também vai inciar o 'Cidade Inclusiva', programa que promove a cultura inclusiva por meio de palestras para crianças nas escolas.

 

Na área de Segurança, foram anunciados o 'Luz para a Cidade', que será inciado pelas regiões com mais ocorrência criminal; e o 'Vizinhança Solidária', um conjunto de inciativas para reduzir ocorrências policiais em bairros e estabelecimentos comerciais.

 

No setor da Ouvidoria será lançado o programa 'A prefeitura quer ouvir você', para que a população possa conhecer e utilizar a Ouvidoria do município. Para impulsionar a atividade cultural e esportiva na cidade foi anunciado o 'Campinas incentiva', que vai ampliar o acesso a leis de incentivo.

 

Também foi apresentado o 'Sanasa em Ação', com previsão da redução da tarifa social e do início das obras da rede de tratamento de esgoto no Satélite Íris, região noroeste da cidade. Também, dentro desta meta, será instalado um posto avançado da Sanasa no Paço.

 

Por fim, Jonas falou da área de Habitação, para a qual está prevista a entrega de 1,2 mil unidades habitacionais e a ampliação do uso do Fundo de Apoio à População de Sub Habitação Urbana (FUNDAP).

Crédito: Luiz Granzotto

Crédito: Luiz Granzotto

Crédito: Luiz Granzotto

Crédito: Luiz Granzotto

Crédito: Luiz Granzotto

Crédito: Luiz Granzotto

Crédito: Divulgação

Crédito: Divulgação

Crédito: Divulgação

Crédito: Divulgação