Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

Notícias

Prefeitura apresenta em audiência edital do Plano de Resíduos


06/09/2012 - 16:16




Bruno Sgambato

   

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura, apresentou na manhã desta quinta-feira, dia 6 de setembro, o novo edital para a Gestão Municipal de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU), conforme Lei Federal n° 12305/10.

 

Apresentado em audiência pública, realizada no Salão Vermelho do Paço Municipal, o novo edital tem como objetivo convocar para a licitação que escolherá a empresa ou consórcio responsável pela serviços de limpeza urbana no município.

 

O evento contou com a presença de aproximadamente 50 pessoas, entre representantes de cooperativas e catadores, além do secretário municipal de Insfraestrutura, Dirceu Pereira Júnior, do diretor do Departamento de Limpeza Urbana (DLU), Egberto Luiz Penteado Camargo, e do engenheiro do departamento Alexandre Gonçalves.

 

Sendo o maior contrato da Administração Pública, no valor de R$ 374.319.247, 21, o contrato do lixo contempla serviços como a coleta de lixo, coleta seletiva, a construção de novos ecopontos, a instalação de sub levs (pontos de estocagem subterrâneos de resíduos) e o sistema de reciclagem na fonte de geração, com a implantação e operação da USBE (Usina de Segregação, Beneficiamento e Trituração de Resíduos Sólidos Urbanos).

 

Com a nova licitação, Campinas terá um ganho ambiental fantástico”, declarou Pereira Junior. O secretário explicou que a instalação da USBE proporcionará o aumento da vida útil do aterro sanitário, além de gerar economia para a cidade. “Atualmente, 1000 toneladas de lixo são produzidas por dia em Campinas e desse montante, 300 são recicláveis, como metal, papel, alumínio entre outros resíduos e a USBE fará a separação desses resíduos”, afirmou.

 

Além disso, as 700 toneladas restantes serão trituradas junto com a galharia, restos de podas, lixo recolhido pela varrição no município e resíduos que vêm do Ceasa (Centrais de Abastecimento de Campinas), colaborando também com o aumento da vida útil do aterro sanitário. “Mesmo com a instalação da USBE no novo edital, conseguimos manter o mesmo preço da licitação antiga e, ainda, sem gerar impacto ambiental para o município”, disse o secretário.

 

No decorrer da audiência, o secretário de Infraestrutura falou também sobre os projetos da Administração no questão de educação ambiental. “Estamos trabalhando para melhorar o problema do lixo na cidade, com implantação de lixeiras de coleta subterrânea em três praças da cidade e ainda com a instalação de 10 novos ecopontos para contemplar todas as regiões”, disse o Pereira Junior.

 

A prefeitura realiza ainda diversos projetos de educação ambiental nas escolas municipais em parceria com a Secretaria de Educação, além da coleta de pilhas, baterias e pneus. Sobre a licitação dos resíduos de saúde, o secretário informou que trata-se de uma licitação separada, atendendo uma determinação do Tribunal de Contas.

Crédito: Fernanda Sunega

Foto: Participanes de audiência em primeiro plano e mesa de autoridades ao fundo durante audiência | Crédito: Fernanda Sunega

Participanes de audiência em primeiro plano e mesa de autoridades ao fundo durante audiência

Crédito: Fernanda Sunega

Foto: Representante de cooperativa fala ao microfone e, ao fundo, mesa de autoridades | Crédito: Fernanda Sunega

Representante de cooperativa fala ao microfone e, ao fundo, mesa de autoridades