Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

Notícias

Conferência de Políticas Públicas para as Mulheres tem início na 6ª


22/04/2010 - 13:49




Alessandro Azevedo

 

O Conselho Municipal de Direitos da Mulher, com apoio da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência e Inclusão Social (SMCAIS), promove a 4ª Conferência Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres, no Salão Vermelho da Prefeitura de Campinas, entre os dias 23 e 24 de abril, respectivamente das 18h30 às 21h e das 8h às 17h.

 

O objetivo da conferência que tem como tema “Mulher na Luta por Garantia de Direitos e Igualdade de Gênero” é discutir e propor políticas públicas que atendam aos interesses da mulher no Município e também acompanhar a implementação dessas propostas.

 

O primeiro dia do evento será marcado pela abertura, discussão e aprovação do regimento. Durante o segundo dia de conferência acontecerá o debate e aprovação das propostas das seis pré-conferências regionais, além da eleição do novo conselho. Estão credenciadas a participar da eleição, as mulheres que participaram de pelo menos uma pré-conferência e efetuaram a inscrição para o pleito no período de 5 a 9 de abril.

 

Formado por 25 membros, o colegiado tem cinco indicações do poder público que representam as secretarias municipais de Cidadania, Assistência e Inclusão Social; Cultura; Educação, Saúde e a Coordenadoria da Mulher. Serão escolhidas, por votação, 20 conselheiras: dez de ONGs que realizam trabalho com mulheres; quatro de movimentos sindicais, três representando universidades; duas ligadas ao funcionalismo público e uma do Orçamento Participativo.

 

De acordo com a representante do Conselho dos Direitos da Mulher Denise Treijeiro, “a presença de mais de 200 mulheres nas pré-conferências foi um resultado muito positivo para a preparação da 4ª Conferência, uma vez que atingiu público dos mais variados bairros e segmentos sociais”.

 

Os temas abordados nas pré-conferências realizadas no dia 27 de março foram Mulher e Trabalho; Mulher e Saúde; Mulher e Espaços de Poder; Violência de Gênero e Cultura de Paz.