Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

FAQ Cadastramento no SUS



Os municípios, conforme orientação do Ministério da Saúde, estão fazendo o cadastramento dos usuários do SUS, em especial os da atenção primária, ou seja, os que recebem atendimentos que são prestados nos Centros de Saúde. As informações são lançadas no e-SUS, que é um sistema informatizado, que concentrará seus dados e da sua família.

A ação é uma importante ferramenta de planejamento e dimensionamento dos atendimentos feitos via SUS e dos recursos necessários.

O cadastramento é importante para a melhor utilização de todos os serviços oferecidos pelas unidades de saúde do município. Com o cadastramento, o Ministério da Saúde terá uma dimensão real do número de usuários SUS de cada cidade, o que é essencial para o financiamento do Sistema e para a definição de recursos para o município.

Ou seja, uma ação simples de se cadastrar pode trazer mais recursos para a Saúde de Campinas.

Você deve procurar o Centro de Saúde responsável pela cobertura do seu bairro. Os agentes comunitários que fazem visitas domiciliares também podem fazer o cadastramento.

O cadastramento é simples. Basta levar um documento de identidade com foto (RG, CNH, Carteira de Trabalho), o CPF (Cadastro de Pessoa Física) e comprovante de endereço atualizado.

Não. Embora todos os Centros de Saúde estejam conectados em rede com o Ministério da Saúde, por meio do e-SUS, para efeito de planejamento e cobertura populacional, a recomendação é que o cadastro seja feito pela equipe de Saúde da Família do Centro de Saúde responsável pelo território de sua moradia.

No Portal da Secretaria Municipal de Saúde (saude.campinas.sp.gov.br/saude/unidades.htm) há uma lista com a relação de Distritos e Centros de Saúde onde você pode encontrar a unidade de cobertura do seu bairro.

Você pode entrar em contato com a unidade de saúde por telefone e a equipe dará as orientações necessárias. Os contatos das unidades de saúde estão disponíveis em: saude.campinas.sp.gov.br/saude/unidades.htm

Caso você não utilize o Sistema Único de Saúde há muito tempo, é recomendado que faça a atualização. Procure o Centro de Saúde de referência do seu bairro e a equipe vai verificar se há necessidade do cadastramento.

O processo de cadastramento de usuários do SUS é contínuo, porém, recomendamos que quem ainda não se cadastrou, procure a unidade de saúde o mais rápido possível.

Neste caso, o ideal é procurar o Centro de Saúde do seu território, explicar o a situação dos familiares em questão e solicitar uma visita domiciliar da equipe de saúde da família.

Não. O cadastramento do cidadão no SUS é pessoal, presencial e intransferível. Cada cidadão deve fazer o seu cadastro e menores de idade devem comparecer acompanhados dos responsáveis.

O seu atendimento na rede pública não será afetado, porém haverá prejuízo na informação, no monitoramento e na identificação de situações relevantes para a tomada de decisão e para os repasses financeiros feitos pelo Ministério da Saúde para o Município.

Os nossos agentes comunitários de saúde utilizam crachá com foto, que deve estar sempre visível. Em caso de dúvidas, entre em contato com o Centro de Saúde.

O SUS é uma conquista da sociedade brasileira e foi criado a partir da "Constituição Cidadã", de 1988.

É um sistema utilizado como exemplo por vários países, já que cumpre papel estratégico e de extrema relevância na proteção à vida em todos os seus aspectos.

No caso do cadastramento, ele é importante para quem utiliza a Atenção Primária em Saúde, ou seja, as consultas e xxxx nos Centros de Saúde, mas o SUS é muito mais amplo.

Você já parou para pensar na importância desse Sisstema na sociedade?

No caso de um acidente, o serviço acionado é o SAMU, que pertence ao SUS. As vacinas, são disponibilizadas gratuitamente pelo SUS. As campanhas nacionais, como contra sarampo, paralisia infantil, são feitas com recursos SUS.

Outro ponto que muitas pessoas não se atentam é o papel das vigilâncias em saúde. Até quando você se alimenta em um restaurante, você está utilizando o SUS, já que é a vigilância que faz a fiscalização.

A Atenção Primária em Saúde (APS) é o primeiro ponto de atenção em saúde pela qual o cidadão passa. Ela se caracteriza por um conjunto de ações, no âmbito individual e coletivo, que abrange a promoção e a proteção da saúde; a prevenção de agravos; o diagnóstico, o tratamento, a reabilitação, a redução de danos e a manutenção da saúde do cidadão.

O objetivo da Atenção Primária em Saúde é de desenvolver uma atenção integral, que impacte positivamente na situação de saúde das coletividades.

Trata-se da principal porta de entrada do SUS e do centro de comunicação com toda a Rede de Atenção do SUS, devendo se orientar pelos princípios da universalidade, da acessibilidade, da continuidade do cuidado, da integralidade da atenção, da responsabilização, da humanização e da equidade. Mais informações sobre APS podem ser encontradas no Portal da Secretaria de Atenção Primária do Ministério da Saúde, disponível em https://aps.saude.gov.br/.


Avenida Anchieta, nº 200 – Campinas - SP – CEP: 13015-904 — PABX: (19) 2116-0555 — CNPJ 51.885.242/0001-40

Prefeitura Municipal de Campinas

Prefeitura Municipal de Campinas - ę Todos os direitos reservados