Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

Notícias

Estação Cultura abre as portas para a 16ª edição do Campinas Decor


26/04/2011 - 16:23

Compartilhe no Facebook


 

Marianne Hartung

 

A Estação Cultura abre suas portas nesta quarta-feira, dia 27 de abril, às 20 horas, para convidados, com uma roupagem totalmente nova. Remodelado por 103 renomados arquitetos de Campinas e região, o prédio, que é patrimônio histórico e considerado uma das Sete Maravilhas de Campinas, sedia a 16a. edição do Campinas Decor entre os dias 29 de maio e 12 de junho.

 

Resultado de um investimento recorde de R$ 10 milhões, a edição 2011 da principal mostra de arquitetura, decoração e paisagismo do interior do Estado de São Paulo reúne nos 5,5 mil metros quadrados de área construída da Estação Cultura, 62 ambientes internos e externos. A expectativa é de que 35 mil pessoas visitem o evento.

 

Além de preparar os ambientes que compõem a mostra, a organização e os expositores realizaram um amplo trabalho de conservação do prédio inaugurado em 1884, que é tombado pelo Patrimônio Histórico Municipal e Estadual. Durante quase três meses de obras, um exército de 1.500 profissionais recuperou pisos e revestimentos, consertou o telhado, portas e janelas, modernizou as redes hidráulica e elétrica e recuperou as fachadas interna e externa.

 

Do total de investimentos - R$ 10 milhões-, estima-se que entre R$ 2,5 milhões e R$ 3 milhões tenham sido gastos apenas na conservação do edifício, revertendo-se em benefício para o patrimônio público do município. Os valores representam o que foi investido entre organização, expositores, patrocinadores e fornecedores.

 

Para os arquitetos Adriano Stancati e Daniele Guardini, que assinam o Loft Nova York, participar da recuperação de um patrimônio histórico valoriza o trabalho. “O prédio da Estação Cultura é inspirador e nos permitiu unir o contemporâneo e o antigo através da conservação do piso original que foi recuperado, e a decoração moderna com soluções de alta tecnologia empregadas em nosso ambiente”, disseram os arquitetos. 

 

Preservação

 

O trabalho respeitou as regras de tombamento, sem interferir em qualquer ambiente no sentido de descaracterizar o que existe atualmente no prédio. Todos os projetos foram examinados e aprovados por uma comissão do Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural de Campinas (Condepacc) e da Coordenadoria Setorial de Patrimônio Cultural.

 

A secretária de Cultura e presidente do Condepacc, Renata Sunega, comemora o fato de a Estação Cultura estar sendo beneficiada com o evento. “A parceria com o Campinas Decor é fundamental para que, neste momento, consigamos garantir a manutenção adequada ao edifício, que possui grande importância histórica e arquitetônica, garantindo que, posteriormente, ele possa voltar a sediar atividades culturais variadas”, diz.

 

Para a realização do Campinas Decor na Estação Cultura foi assinado de um Termo de Permissão de Uso entre a organização do evento e a Secretaria Municipal de Cultura. O Termo tem como objetivo a cooperação entre o governo municipal e a iniciativa privada para a conservação do prédio.

 

Crédito: Divulgação

Foto: Fachada externa da Estação Cultura | Crédito: Divulgação

Fachada externa da Estação Cultura

Crédito: Divulgação

Foto: Plataforma da Estação Cultura | Crédito: Divulgação

Plataforma da Estação Cultura

Crédito: Divulgação

Foto: Loft Nova York na Estação Cultura | Crédito: Divulgação

Loft Nova York na Estação Cultura

Crédito: Divulgação

Foto: Sala interna na Estação Cultura | Crédito: Divulgação

Sala interna na Estação Cultura