Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

Notícias

Hospital Mário Gatti recebe médicos residentes de 2010


01/02/2010 - 11:34




Laura Gonçalves

 

Na manhã desta segunda-feira, dia 1º de fevereiro, o presidente do Hospital Municipal Dr. Mário Gatti, Salvador Affonso Fernandes Pinheiro, aproveitou a recepção aos residentes 2010 para dar boas vindas a todos. “Espero que vocês aproveitem ao máximo a estada aqui. Que construam uma história e que esta história seja repleta de coisas boas”, disse.

 

No total, foram oferecidas 38 vagas, sendo duas para a residência em cirurgia e traumatologia buco-maxilo-facial, e as demais para residência médica.

 

Durante a recepção, a presidente da Comissão de Residência Médica (Coreme), Sandra Pedroso de Moraes, apresentou o modelo de gestão do hospital, falou dos compromissos com o Sistema Único de Saúde (SUS) e dos objetivos da residência. “É uma oportunidade única para adquirir conhecimentos, uma vez que é uma vivência prática com suporte dos profissionais da área”, falou.

 

Os residentes também conheceram os preceptores e foram apresentados à programação prática e teórica. “Haverá avaliação trimestral dos conhecimentos, habilidades e atitudes. E os residentes também irão avaliar seus preceptores”, ressaltou Sandra.

 

O diretor Técnico do Mário Gatti, Walmir Cândido de Oliveira, deu boas vindas aos residentes e enfatizou a visão da atual administração. “O presidente e a diretoria querem um hospital SUS cada vez melhor. A saúde é um direito e trabalhamos para isso. Esperamos que vocês se respeitem e respeitem seus pacientes”, falou.

 

A área de ensino e pesquisa também apresentada. “Aqui no Mário Gatti não há separação entre assistência e cuidado com o processo de ensino e pesquisa. Um dos eixos principais da instituição é a formação de recursos humanos para o SUS”, resumiu o coordenador do hospital de ensino, José Maurício de Oliveira.

 

Os novos residentes ainda participaram da apresentação da Unidade de Saúde do Trabalhador e passarão pelo acolhimento por especialidades nos campos de estágio. “Já fiz residência em cirurgia geral e agora entrei na plástica. Sei que o volume de trabalho é grande e não tenho medo dos problemas que teremos que enfrentar. Estou preparado para ajudar os pacientes”, disse o médico Gustavo Mitsuushi.

 

“São três anos que tenho pela frente e sei do desafio que vou enfrentar. Mas é gratificante fazer residência num hospital que é referência em trauma e muito respeitado por isso. É uma experiência que vou levar para o resto da vida”, resumiu o novo residente da ortopedia, Tiago Paraíso.