Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

Notícias

Prefeitura estenderá Tolerância Zero às estações do antigo VLT


25/01/2011 - 16:35




  

Alberto Dini e Tiago de Souza

 

A Prefeitura, por intermédio da Secretaria Municipal de Cooperação nos Assuntos de Segurança Pública (SMCASP), vai deflagrar a operação “Tolerância Zero” em toda extensão do leito desativado do antigo Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT).

 

Todas as oito estações desativadas – mais o pátio de manobras – serão palco das ações do Tolerância Zero, que tem, dentre outras, as atribuições de proteger pessoas em situação de vulnerabilidade social, encaminhando-as à Secretaria Municipal de Cidadania, Inclusão e Assistência Social; fiscalizar estabelecimentos comerciais com desvirtuamento de uso; fiscalizar uso irregular do solo urbano; combater exploração e abandono de idosos; combater a prostituição infantil e interditar imóveis abandonados e invadidos, com vistas a coibir o tráfico de drogas.

 

Esse trecho de 8,5 quilômetros do antigo VLT está ocupado por traficantes, usuários de drogas, assaltantes e toda sorte de marginais, misturados a pessoas de bem que se encontram em um momento de necessidade. Vamos encaminhar as pessoas que realmente necessitam à assistência social, e submeter os bandidos aos rigores da lei”, afirmou o secretário Carlos Henrique Pinto, de Cooperação nos Assuntos de Segurança Pública. Ele afirmou que os locais, depois de limpos, passarão a ser monitorados e fiscalizados pela Guarda Municipal.

 

VLT

 

Implantado em 1990 pela Prefeitura, o VLT cobria uma extensão de 8,5 quilômetros de extensão e contava com oito estações: Central, Barão de Itapura, Aurélia, Vila Teixeira, Anhanguera, Parque Industrial, Pompéia e Campos Elíseos.

 

Deficitário e pouco utilizado pela população, o VLT foi desativado em 1995, seguindo-se a gradativa degradação de sua infraestrutura, parte dela servindo de esconderijo de marginais e abrigo de moradores de rua.