Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

Notícias

Prefeito inaugura Centro Nelson Mandela de Políticas Sociais , no DIC V


20/12/2010 - 15:39

Compartilhe no Facebook


Bel Buzzo Alonso

 

O prefeito Hélio de Oliveira Santos inaugurou na manhã desta segunda-feira, dia 20 de dezembro, o primeiro Centro Nelson Mandela de Políticas Sociais (CEPS). O equipamento fica no DIC V, na região Sudoeste do município. No total serão cinco unidades implantadas nas diferentes regiões da cidade.

 

A nova unidade da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência e Inclusão Social (SMCAIS) fica na Rua Carmem de Angelis Nicoletti, s/nº. O equipamento chega para qualificar o atendimento à população que reside no entorno, com a proposta de trabalho intersetorial.

 

O mais importante nesse momento é a quebra de paradigmas, pois não é possível cuidar da população excluída somente com assistência social. É preciso um trabalho intersetorial com outras políticas sociais”, disse Dr. Hélio.

 

No local funcionará o Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) como porta de entrada da assistência social e referenciamento para os centros de referência especializados (CREAS), quando a violência estiver instalada ou para os demais serviços que serão ofertados no local, como a sala de inclusão digital, dentro do programa Jovem.Com, atendimento e cadastramento do Bolsa Família e demais programas de transferência de renda.



Para as demais políticas existem salas multiuso onde serão oferecidos cursos de alfabetização para jovens e adultos e de qualificação profissional, pelas secretarias de Educação e de Trabalho e Renda, além do quiosque e do salão de reunião, que deverão oferecer capacitação e atenção na área da Saúde, ações de cultura, e ações voltadas à cidadania por intermédio das coordenadorias da mulher, da juventude, do idoso, entre outras.

 

Ao construirmos um centro de cidadania e de políticas públicas para tratar de inclusão e reparação, saímos do lugar comum para trabalhar a intersetorialidade, ou seja, trabalhar a assistência social também com o Trabalho e Renda, com Saúde, Educação, com a relação do jovem com o idoso num processo de resgate da cidadania”, enfatizou o prefeito.

 

De acordo com Dr. Hélio, o Centro de Políticas Públicas “é mais uma ferramenta para a cultura de paz, não só pelo nome de Nelson Mandela, mas também porque estamos numa região que apresentou, em 2005, os maiores índices de vulnerabilidade – no analfabetismo, mortalidade infantil, homicídio, evasão escolar. E, em 2009, no novo processamento de dados houve uma diminuição desses índices”.

 

Este é o impacto quando o poder público está presente, quando os representantes da comunidade estão presentes, estabelecendo políticas contra a exclusão tendo como resultado a diminuição substantiva da vulnerabilidade social”, enfatizou.

 

Novos CEPS

 

A secretária de Cidadania, Assistência e Inclusão Social, Darci da Silva informou que a implantação do novo espaço foi uma demanda do Orçamento Participativo (OP), que identificou a necessidade de cursos profissionalizantes para a região.

 

A partir da criação do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), em 2005, idealizamos a construção do primeiro centro de políticas sociais para ofertar muito mais serviços à população da região com as demais políticas sociais”, colocou.

 

Todas as regiões de Campinas contarão com os novos CEPS, num total de cinco unidades com o mesmo conteúdo de equipamentos. “Este primeiro não tem as ações de esporte devido à construção, em andamento, do Centro da Juventude, que está a um quarteirão de distância e, com certeza, integrará as ações desse espaço”, disse a secretária.

 

Nos demais equipamentos CEPS, um no Jardim São Domingos já licitado, e com ordem de serviço encaminhada, além de tudo que está previsto neste espaço, haverá um anfiteatro para 150 lugares, uma praça poliesportiva, um campo de futebol e uma piscina que será construído com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 1).



Para o Jardim São Fernando e Jardim Florence, a elaboração do processo terá início em 2011 e receberá recursos do PAC 2. A quinta unidade será implantada na Vila Esperança /Jardim São Marcos, que aguarda liberação de recursos.

 

Conforme a secretária, a escolha do nome de Nelson Mandela para o CEPS foi feita pelo prefeito para homenagear o líder que libertou seu país do sistema de violência e preconceito, unindo opressores e oprimidos, modificando a história da África do Sul, sem gangues e sem guerra civil.

Crédito: Luiz Granzotto

Crédito: Luiz Granzotto

Crédito: Luiz Granzotto

Crédito: Luiz Granzotto

Crédito: Luiz Granzotto

Crédito: Luiz Granzotto