Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

Notícias

Delegação da chinesa Sichuan conhece gestão ambiental de Campinas


19/12/2019 - 14:41




Uma delegação da província chinesa de Sichuan foi recebida na manhã desta quinta-feira, dia 19 de dezembro, pelo prefeito de Campinas em exercício, Henrique Magalhães Teixeira. Os visitantes puderam conhecer o trabalho realizado pelas equipes das secretarias municipais do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável e de Serviços Públicos. A delegação quer ir além da troca de experiências e espera criar oportunidades de cooperação técnica entre os municípios.
 
 
 
A comitiva é liderada por Li Yinchang, vice-diretor do Departamento de Ecologia e Meio Ambiente de Sichuan. Com ele vieram mais cinco representantes ligados a agências ambientais do governo da província e membros do Centro de Educação e Comunicação de Ecologia e Meio Ambiente e do Instituto de Pesquisa de Resíduos Sólidos, que faz parte da Academia de Ciências ambientais de Sichuan.
 
 
 
“Campinas e a China têm superado a distância geográfica com o trabalho feito entre as nossas cidades. São muitas delegações que temos recebido e grupos que estão indo para a China, a partir de Campinas, demonstrando o interesse em ampliar as relações entre os dois países”, avaliou o prefeito em exercício na abertura do encontro. Henrique Magalhães Teixeira disse estar feliz com a iniciativa de Sichuan em conhecer as soluções ambientais desenvolvidas pela Prefeitura de Campinas.
 
 
 
Também estiveram presentes no evento o secretário municipal de Serviços Públicos, Ernesto Paulella; a diretora do Departamento do Verde e Desenvolvimento Sustentável, da Secretaria do Verde, Ângela Cruz Guirao, representando do secretário da pasta, Rogério Menezes; e o diretor de Cooperação Internacional da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Tak Chung Wu. 
 
 
 
Soluções ambientais
 
 
O assessor técnico da Secretaria Municipal de Serviços Públicos, Fernando Carbonari, apresentou aos visitantes o projeto da Usina Verde de Compostagem, que vai começar a funcionar em breve em Campinas e contribuirá para o controle, coleta e tratamento de resíduos sólidos a fim de minimizar impactos do desenvolvimento urbano ao meio ambiente.
 
 
 
A Usina Verde permitirá reduzir cerca de 200 toneladas/dia de resíduos orgânicos em Campinas provenientes de podas de árvores, de feiras livres, de estações de tratamento de esgoto da Sanasa, e de frutas, verduras e legumes vindos da Ceasa. Esses materiais serão transformados em fertilizante orgânico. O resultado econômico para o município também será positivo: em um ano de funcionamento, a usina terá investimento de 2,6 milhões de dólares e renderá 3,9 milhões de dólares com a venda do adubo. Além disso, a Prefeitura deixará de gastar 4,5 milhões de dólares ao ano com a destinação desses resíduos para aterros sanitários. A soma do superavit de recursos é estimada em 5,8 milhões de dólares por ano.
 
 
 
A diretora Ângela Guirao, do Departamento do Verde e Desenvolvimento Sustentável, apresentou à comitiva a estrutura da Secretaria Municipal do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável e destacou o índice positivo de Campinas de mais de 87 metros quadrados de área verde por morador. Ela destacou o trabalho em licenciamento ambiental, fiscalização e proteção aos animais e ao meio ambiente, com campanhas de educação e conscientização ambiental.
 
 
 
Guirao mostrou os números positivos deste ano em relação à recuperação de áreas verdes na cidade, com o plantio de mais de 10 mil mudas na área urbana e 110 mil mudas em propriedades rurais somente no primeiro semestre deste ano. A diretoria também mostrou o trabalho realizado em Campinas e entre as 20 cidades da Região Metropolitana para a criação de corredores verdes, ligando remanescentes de matas entre esses municípios, além de suas áreas urbanas.
 
 
 
As apresentações geraram interesse da comitiva e houve várias perguntas sobre as políticas públicas implantadas em Campinas e seus resultados e planos para os próximos anos. “As relações entre os povos não podem se basear apenas em interesses econômicos, mas em conhecer como as comunidades estão se desenvolvendo e agindo em relação ao meio ambiente”, ponderou o prefeito de Campinas em exercício. Para Henrique Magalhães Teixeira, e para o chefe da comitiva de Sichuan, Li Yinchang, o encontro selou o primeiro passo para o intercâmbio e a cooperação de longo prazo entre as duas cidades.
 
 
 
Sichuan
 
Sichuan é uma província da China situada na parte ocidental do país. Com uma população de cerca de 81 milhões habitantes, é conhecida como a “terra do panda”, por suas reservas naturais que abrigam o animal ameaçado de extinção. A capital da região é a cidade de Chengdu.
 
 
Relações Campinas e China
 
 
Campinas possui uma afinidade com a China e vem tendo relações produtivas com várias regiões do país asiático. A cidade é irmã de dois municípios chineses: Fuzhou, desde 1996, e Dongguan, a partir de 2016, quando foi inaugurado o primeiro escritório internacional de Campinas na China. Hoje, a cidade possui duas representações naquele país.
 
 
 
Campinas tem parceria comercial com a empresa chinesa BYD, que tem duas fábricas instaladas na cidade: uma de ônibus elétricos, que opera desde julho de 2015, e uma de painel solar, inaugurada em 2017. Outras empresas chinesas que atuam em Campinas são a State Grid, controladora da CPFL, a Hainan Airlines, sócia da Azul, e a Huawei, fabricante de equipamentos eletrônicos. 

Clique aqui para acessar as imagens desta matéria em alta resolução

Crédito: Fernanda Sunega

Foto: Prefeito em exercício, Henrique Magalhães Teixeira, recebe comitiva chinesa | Crédito: Fernanda Sunega

Prefeito em exercício, Henrique Magalhães Teixeira, recebe comitiva chinesa

Crédito: Fernanda Sunega

Foto: Chineses vieram conhecer política ambiental da cidade | Crédito: Fernanda Sunega

Chineses vieram conhecer política ambiental da cidade

Crédito: Fernanda Sunega

Foto: Magalhães Teixeira enfatiza a importância das relações de cooperação | Crédito: Fernanda Sunega

Magalhães Teixeira enfatiza a importância das relações de cooperação

Crédito: Fernanda Sunega

Foto: Técnicos da Prefeitura explicaram sobre a Usina Verde | Crédito: Fernanda Sunega

Técnicos da Prefeitura explicaram sobre a Usina Verde