Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

Notícias

Dia D: Campinas intensifica vacinação contra sarampo neste sábado


29/11/2019 - 10:52




A Secretaria de Saúde de Campinas realiza neste sábado, dia 30 de novembro, o Dia D da campanha de intensificação contra o sarampo voltada para adultos entre 20 e 29 anos de idade. Serão 11 locais de vacinação disponíveis para a população no período entre 8h e 13h. Esta fase da campanha foi iniciada em 18 de novembro e já vacinou cerca de 850 pessoas. 
 
 
Os 10 Centros de Saúde (CS) abertos das 8h às 13h para vacinação são os seguintes: CS Vila Ipê, Jardim Aurélia, Parque Valença, Jardim Florence, Jardim Capivari, Santa Lúcia, Jardim Vista Alegre, União de Bairros, DIC I e Santo Antônio. Também haverá uma unidade móvel no Residencial Sirius, das 8h às 12h. Todos os endereços estão disponíveis no portal da Prefeitura. 
 
 
Números
 
 
Dados do último boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde apontam 115 casos de sarampo confirmados em Campinas. Os casos foram notificados entre 8 de julho e 22 de novembro. 
 
 
Dos 115 casos, 31 são em menores de um ano; 24 são em crianças entre 1 ano e 4 anos; seis em crianças entre 5 e 9 anos; três entre 10 e 14 anos; dez de 15 a 19 anos; outros 27 são em adultos na faixa etária entre 20 e 34 anos; onze são na faixa entre 35 e 49 anos de idade; e ainda há três casos entre 50 e 64 anos. Não houve óbitos.
 
 
Cerca de 85 mil pessoas de todas as faixas etárias tomaram a vacina contra o sarampo neste ano em Campinas. Uma primeira fase foi realizada entre 7 e 25 de outubro e foi voltada para crianças de seis meses a menores de 5 anos de idade. Todos os 66 centros de saúde do município têm doses disponíveis para a vacinação. 
 
 
Quem deve tomar a vacina?
 
 
A vacinação está disponível para a população em todos os Centros de Saúde de Campinas, independentemente da etapa de intensificação. As crianças a partir de seis meses de idade precisam tomar a dose zero da vacina. É uma medida adotada por Campinas desde o início de agosto e que se antecipou à recomendação do Ministério da Saúde. 
 
 
A dose zero não substitui as de rotina, que devem ser mantidas aos 12 meses, por meio da vacina tríplice viral, e aos 15 meses, por meio da vacina tetraviral ou pela tríplice viral associada à vacina contra a varicela. A efetividade da vacina é maior para aqueles que tomaram todas as doses recomendadas.
 
 
Todas as pessoas que perderam a carteirinha de vacinação ou não têm registro das doses devem procurar o Centro de Saúde para atualizar o esquema vacinal. Quem tem até 29 anos precisa tomar duas doses da vacina e dos 30 aos 59 anos, a recomendação é de uma dose.
 

Clique aqui para acessar as imagens desta matéria em alta resolução

Crédito: Arquivo PMC/Fernanda Sunega

Foto: Campanha voltada para adultos entre 20 e 29 anos de idade | Crédito: Arquivo PMC/Fernanda Sunega

Campanha voltada para adultos entre 20 e 29 anos de idade