Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

Notícias

Concentração e método: torneio de cubo mágico atrai dezenas de estudantes


22/10/2019 - 12:11




Para atrair a atenção de Nicolas Alves, um aluno que sempre terminava os deveres da escola antes dos demais colegas e, por isso, ficava ocioso, a professora de matemática Ana Luisa Tagliolatto resolveu levar seu cubo mágico profissional para a escola. Ela e seu aluno são da Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Júlio de Mesquita Filho, no Jardim São Vicente. E foi assim que começou uma despretensiosa jornada pedagógica que resultou em um campeonato de cubos mágicos envolvendo toda a escola. 
 
A estratégia da professora funcionou, mas a verdadeira surpresa aconteceu ao emprestar o cubo para o aluno por um final de semana. Ele voltou com uma técnica mais refinada para resolver o quebra-cabeça por completo e rapidamente.
 
Após isso, Ana Luisa viu no cubo mágico uma oportunidade de atrair a atenção dos alunos e ensiná-los alguma coisa diferente. Para a professora, a escola deve proporcionar possibilidades para que os estudantes encontrem suas afinidades e “aprendam a aprender”. “O cubo mágico envolve concentração e ensina a ser metódico”, contou a professora.
 
E há três meses os estudantes da Emef Júlio de Mesquita Filho receberam aulas de como montar um cubo. Desde então, aprenderam a praticar com os mais de 40 cubos mágicos que foram adquiridos pela escola. Eles treinam durante os intervalos ou se terminam uma atividade em classe mais cedo. Um dos efeitos inesperados da nova atividade foi a aproximação entre os alunos e professores, o que ajudou também na hora dos estudos.
 
Para coroar a iniciativa, na última quinta-feira, 16 de outubro foi realizado um torneio de cubo mágico. Na ocasião, 45 participantes tiveram seis tentativas cada para montar o quebra-cabeça no menor tempo possível. Para ajuda-los na competição, um cronômetro foi usado. 
 
Todos receberam certificados de participação com o melhor tempo que conseguiram e os vencedores levaram prêmios. Foram 15 copos temáticos do torneio e um kit com quatro cubos especiais, mais complexos do que o original. Quem montou mais rápido foi Alexandre de Lana Júnior, com a marca de 33s54. Nicolas Alves, o motivo das aulas de cubo mágico terem começado, ficou em terceiro lugar, demorou apenas 1s5 a mais que o primeiro colocado. 

Clique aqui para acessar as imagens desta matéria em alta resolução

Crédito: Arquivo PMC

Foto: Copo alusivo à competição | Crédito: Arquivo PMC

Copo alusivo à competição

Crédito: Arquivo PMC

Foto: Competidora confere tempo no cronômetro | Crédito: Arquivo PMC

Competidora confere tempo no cronômetro

Crédito: Arquivo PMC

Foto: Aluno manipula cubo mágico | Crédito: Arquivo PMC

Aluno manipula cubo mágico

Crédito: Arquivo PMC

Foto: Escola adquiriu kit com jogos diferentes para envolver os alunos | Crédito: Arquivo PMC

Escola adquiriu kit com jogos diferentes para envolver os alunos