Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

Notícias

Campinas promove neste sábado, dia 19, "Dia D" contra o sarampo


18/10/2019 - 20:02




A Secretaria de Saúde de Campinas promove neste sábado, 19 de outubro, uma ação muito importante chamada de Dia D da campanha de vacinação contra o sarampo. A estratégia é voltada para crianças de seis meses de vida a menores 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias) que ainda não tomaram as doses indicadas para a idade. 
 
 
Sessenta e quatro Centros de Saúde do município vão abrir das 8h às 17h. Também vão funcionar 22 postos extras em locais estratégicos de grande movimentação de pessoas na cidade. Além disso, quatro equipes volantes vão percorrer áreas rurais de Joaquim Egídio e Sousas.
 
 
 
 
Informações também podem ser obtidas pelo telefone 156 ou no banner eletrônico no portal da Prefeitura (campinas.sp.gov.br)
 
 
Dose Zero
 
Antes, a primeira dose contra o sarampo era feita quando a criança completava um ano mas, no início de agosto, a Secretaria de Saúde de Campinas adotou a estratégia da chamada dose zero, para crianças a partir de seis meses de idade. A medida se antecipou à recomendação do Ministério da Saúde, que dias depois anunciou para o País como um todo.
 
 
A dose zero não substitui as de rotina, que devem ser mantidas aos 12 meses, por meio da vacina tríplice viral, e aos 15 meses, por meio da vacina tetraviral ou pela tríplice viral associada à vacina contra a varicela. A efetividade da vacina é maior para aqueles que tomaram todas as doses recomendadas.
 
 
Cobertura vacinal
 
Cerca de 85 mil crianças já foram vacinadas contra o sarampo no município em 2019. Ainda 
assim, diante da situação epidemiológica no País e no Estado de São Paulo, Campinas está promovendo esta nova intensificação da vacinação contra a doença. Esta campanha voltada para crianças começou no dia 7 de outubro, terá este Dia D amanhã e termina no dia 25. Durante este período exclusivo de campanha foram vacinadas 1.097 crianças (já incluídas nas mais de 85 mil). Uma segunda fase irá intensificar a vacinação de adultos de 20 a 29 anos, entre 18 e 30 de novembro.
 
 
Importância da vacina
 
A diretora do departamento de Vigilância em Saúde (Devisa), Andrea von Zuben, afirma que a vacina é a única forma de interromper a cadeia de transmissão do vírus. “Os adultos devem levar as crianças para tomar a vacina, que é segura e está disponível em todos os centros de saúde e, neste sábado, terá postos extras. Chamamos atenção para a dose zero, considerando que a maior parte dos acometidos pelo sarampo é de crianças menores de 1 ano, período em que as taxas de complicações e óbitos são maiores porque o sistema imunológico do bebê responde com menos intensidade ao vírus. Mas, o esquema vacinal deve estar completo em todas as faixas etárias”, diz.
 
 
Situação da doença
 
Dados de novo boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde nesta sexta-feira (18 de outubro) apontam 86 casos de sarampo confirmados em Campinas. Os casos foram notificados entre 8 de julho e o último dia 17.
 
 
Dos 86 casos, 27 foram registrados em menores de um ano; 20 são em crianças entre 1 e 4 anos; cinco, em crianças entre 5 e 9 anos; um entre 10 e 14 anos; cinco entre 15 a 19 anos.
 
 
Outros 20 casos ocorreram em adultos na faixa etária entre 20 e 34 anos; sete, na faixa entre 35 e 49 anos de idade. E ainda há um caso entre 50 e 64 anos. Não houve óbitos.

Clique aqui para acessar as imagens desta matéria em alta resolução

Crédito: Arquivo PMC

Foto: Criança recebe dose da vacina contra o sarampo em Campinas | Crédito: Arquivo PMC

Criança recebe dose da vacina contra o sarampo em Campinas