Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

Notícias

Conscientização sobre trombose ganha destaque na Rede Mário Gatti


11/10/2019 - 09:01




A Rede Mário Gatti promove atividades para marcar o Dia Internacional de Conscientização da Trombose em 13 de outubro. As ações terão início nesta sexta, dia 11, e vão até o dia 18 de outubro, na próxima sexta-feira, mas durante todo o mês o assunto estará em pauta nas unidades da rede. 
 
As unidades serão decoradas com o tema da campanha e terão banners e faixas, além de folhetos disponíveis para profissionais e pacientes. Na quarta-feira, dia 16, um estande será montado no Ambulatório do Hospital Mário Gatti e uma equipe multidisciplinar estará a postos para conversar com os pacientes que queiram entender mais sobre a doença e tirar dúvidas. Também serão distribuídos folders sobre o tema. 
 
Neste mesmo dia 16, às 10h, está prevista uma palestra no Hospital Mário Gatti para funcionários das unidades da rede sobre a importância do Dia de Conscientização, sintomas da doença, tratamento e estratégias de prevenção. “Essa é uma doença prevenível que é a principal causa de morte evitável intra-hospitalar. Sessenta por cento dos casos ocorrem durante a internação por conta da imobilização no pós-operatório ou outras causas clínicas. Há redução do fluxo sanguíneo com maior tendência a coágulos", afirmou Tayana Mello, hematologista da Rede Mário Gatti e membro do comitê de Tromboprofilaxia do hospital Mário Gatti.
 
Como forma de prevenção, todos os pacientes a serem internados podem ser submetidos a um questionário que servirá para mapear os fatores de risco e classificar o paciente como de baixo ou alto risco. Neste último caso, o paciente pode tomar um anticoagulante até 12 horas antes da cirurgia e a partir de 12 horas depois do procedimento e utilizar uma meia de alta compressão durante sua estada no hospital. “Essas medidas fazem parte das políticas de qualidade dentro dos hospitais e são altamente efetivas para a redução de óbitos de pacientes. Por isso, a necessidade de conscientização de pacientes e profissionais para que esta prática possa ser adotada de modo sistematizado”. A fisioterapia motora também é indicada como método de prevenção para os pacientes que estão há mais tempo acamados ou com dificuldade de locomoção. 
 
Na Rede Mário Gatti, a previsão é que este protocolo comece a ser implementado nos próximos meses, mas já existe um serviço próprio para atender a pacientes com a doença, o Ambulatório de Anticoagulação Oral. A unidade oferece diagnóstico, tratamento e acompanhamento ao paciente. 
 
De acordo com Tayana, a trombose é multifatorial, sendo imprescindível a avaliação clínica de fatores como o hereditário. Se há um histórico familiar, com parentes de primeiro grau que tenham a doença, esse risco aumenta, o que ocorre também com pacientes que fazem uso de pílulas contraceptivas – com cinco vezes mais risco de ter a doença. Viagens aéreas ou terrestres prolongadas também são fatores de risco por conta da redução do fluxo sanguíneo, da despressurização – no caso dos aviões – e do tempo de imobilização. Outro fator a ser considerado é a síndrome metabólica apresentada por pessoas tabagistas e com diabetes, obesidade ou hipertensão descontrolada. 
 
Entre os sintomas da trombose estão o inchaço nas pernas (edema), vermelhidão e dor. Quando o trombo se solta e vai para o pulmão, ele recebe o nome de embolia pulmonar e causa dor no peito associado a falta de ar e cianose que evolui para uma parada respiratória. A incidência da doença é de 1 caso para cada 1.000 habitantes por ano. Estima-se que no Brasil ocorram cerca de 200 mil casos por ano, sendo 60% deles ocorridos no hospital.
 
 
 
 

Clique aqui para acessar as imagens desta matéria em alta resolução

Crédito: Arquivo PMC

Foto: Ações na Rede Mário Gatti têm início nesta sexta, dia 11, e vão até o dia 18 de outubro. | Crédito: Arquivo PMC

Ações na Rede Mário Gatti têm início nesta sexta, dia 11, e vão até o dia 18 de outubro.