Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

Notícias

Plano Pop Rua completa primeiro ano de atividades


15/05/2019 - 14:26




Com a principal atribuição de acompanhar, avaliar e monitorar o Plano Intersetorial de Atenção à População em Situação de Rua, o Comitê Gestor comemora o primeiro ano da elaboração do Plano com inúmeras ações de curto prazo implementadas. Mas a grande conquista da equipe é marcada pelo trabalho intersetorial que tem possibilitado a resolução de questões de rotina, além da visibilidade das atividades das diferentes áreas envolvidas.
 
 
 
Um breve balanço apresentado pelo coordenador do comitê, Mário Gadioli, durante a 26ª reunião ordinária que integra as atividades do grupo apontou que até dezembro de 2018, foram implementadas 99 ações entre rotina e curto prazo. “A meta é implantar, até o final deste ano, as ações de médio prazo, ou seja, 80% do total de 205 das práticas previstas no Plano que prevê procedimentos de curto, médio e longo prazos”, colocou Gadioli.
 
 
Entre as exposições feitas pelos representantes das diferentes políticas públicas que atuam no Plano durante a 26ª reunião, uma das ações de destaque ficou por conta do trabalho que vem sendo realizado pela Secretaria da Educação via Fumec – Fundação Municipal para Educação Comunitária. Após visita aos abrigos da Assistência Social para pessoas em situação de rua, vários moradores passaram a frequentar os cursos de Educação para Jovens e Adultos (EJA), tanto nos anos iniciais como finais. Há ainda aqueles que estão participando do projeto Consolidando, voltado para aqueles que têm o certificado de conclusão de curso, mas precisam de um reforço escolar.
 
 
“Isso é um estímulo ao nosso trabalho. Mostra que passo a passo vamos garantindo ao cidadão que vive em situação de rua o acesso aos serviços ofertados pela Prefeitura de Campinas”, comemorou o coordenador do Comitê.
 
 
Gadioli lembrou ainda que, todo o trabalho que vem sendo realizado é um importante subsídio para a continuidade da construção da Política Pública Municipal para a População em Situação de Rua, que está em andamento e consta das ações de longo prazo.
A ideia central é integrar todas as políticas públicas das áreas de Saúde, Educação, Assistência Social, Esporte e Lazer, Habitação, Trabalho e Renda, Serviços Públicos, com as iniciativas da própria comunidade tendo em vista a qualificação do trabalho que já é desenvolvido no município.
 
 
O Plano
 
O Plano foi elaborado de forma coletiva com o envolvimento de representantes de 15 secretarias e autarquias municipais e publicado no Diário Oficial do Município por meio do Decreto nº 19.874, no dia 15 de maio de 2018. Idealizado com ações de curto prazo que foram executadas em 2018, médio prazo para execução em 2019 e a longo prazo, para que sejam efetivadas até 2020.
 
 
O trabalho envolve a intensificação do fluxo de ações das demais políticas públicas para que seja possível reconstruir com essas pessoas as formas de utilizar os serviços públicos. E a médio e longo prazos uma ampliação das políticas públicas no âmbito da Assistência Social, com ampliação de serviços, na área de Saúde via ampliação do atendimento no âmbito dos CAPs (Centro de Atenção Psicossocial).