Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

Notícias

"Educação é fundamental para a ciência", diz ministro em visita ao CNPEM


12/07/2018 - 14:34




O ministro da Educação, Rossieli Soares da Silva, visitou nesta quinta-feira, 12 de julho, o Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), em Campinas, junto com o prefeito em exercício de Campinas, Henrique Magalhães Teixeira. A visita contemplou os quatro laboratórios nacionais do centro, além de uma passagem pelas instalações do Sirius, novo acelerador de elétrons brasileiro. 
 
 
 
Durante a visita ao CNPEM, organização social supervisionada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), o ministro Rossieli ressaltou que a educação é fundamental para apoiar a ciência e a pesquisa. “Não existe como dissociar o papel do Ministério da Educação (MEC) junto com a Capes e outras instituições para aquilo que deve ser o caminho de desenvolvimento para o Brasil”. 
 
 
 
Rossieli Soares também contou que já está disponível um recurso de R$ 15 milhões para o CNPEM, com o objetivo de que o centro possa no futuro se tornar uma instituição formadora, como uma universidade. “Nós temos muitas questões de vanguarda em que a pesquisa brasileira precisa ser incentivada. Melhorar, por exemplo, a parceria com o CNPEM para distribuição de bolsas de graduação e pós-graduação é fundamental para o país e para o centro, bem como desenvolver um programa de cursos de verão com apoio do MEC”. O ministro ressaltou que todos os projetos devem ser trabalhados no segundo semestre de 2018 para serem aplicados no início de 2019, mas já com a garantia dos recursos. 
 
 
 
O prefeito em exercício Henrique Magalhães Teixeira destacou que a visita mostra o interesse do MEC em trazer, tal qual foi anunciada na vinda do presidente do País ao CNPEM, esse investimento para a criação de uma universidade adjunta o espaço do Sirius. “Isso vem contribuir muito com a cidade e potencializar ainda mais essa questão da ciência e tecnologia. É um privilégio para uma cidade ter um equipamento como esse, que é único no Hemisfério Sul”. 
 
 
 
A visita foi guiada pelos diretores dos laboratórios do CNPEM e pelo presidente do Conselho de Administração do centro, Rogério Cézar de Cerqueira Leite. O reitor da Unicamp, Marcelo Knobel também participou da visita, além de professores e pesquisadores da universidade e dos laboratórios do centro. 
 
 
 
Situado em Campinas, o CNPEM tem quatro laboratórios que são referências mundiais e estão abertos à comunidade científica e empresarial: o Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS), Laboratório Nacional de Biociências (LNBio), Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia de Bioetanol (CTBE)  e Laboratório Nacional de Nanotecnologia (LNNano). 
 
 
 
A visita realizada pelo Ministro incluiu uma passagem pelas obras do Sirius, a nova fonte de luz síncroton brasileira. É a maior e mais complexa infraestrutura científica já construída no país e um dos primeiros equipamentos de 4ª geração do mundo. Atualmente, existe apenas uma fonte de luz síncrotron “de quarta geração”, localizada na Suécia. Com mais de 500 metros de circunferência, o Sirius é a maior e mais complexa infraestrutura científica já construída no País. A estrutura está dentro de um prédio de 68 mil metros quadrados, construído em uma área de 150 mil metros quadrados. As obras começaram em dezembro de 20147 e até agora mais de 85% estão prontas. 

Crédito: Fernanda Sunega

Foto: Ministro da Educação, Rossieli Soares da Silva, e o prefeito em exercício Henrique Magalhães Teixeira no CNPEM | Crédito: Fernanda Sunega

Ministro da Educação, Rossieli Soares da Silva, e o prefeito em exercício Henrique Magalhães Teixeira no CNPEM

Crédito: Fernanda Sunega

Foto: Autoridades visitaram os quatro laboratórios | Crédito: Fernanda Sunega

Autoridades visitaram os quatro laboratórios

Crédito: Fernanda Sunega

Foto: Henrique destaca a importância do equipamento para a cidade | Crédito: Fernanda Sunega

Henrique destaca a importância do equipamento para a cidade

Crédito: Fernanda Sunega

Foto: Tecnologia e educação lado a lado | Crédito: Fernanda Sunega

Tecnologia e educação lado a lado