Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

Notícias

Campinas toca Sino da Paz para relembrar bombardeio da 2ª Guerra


10/07/2017 - 15:35




Pelo 26º ano consecutivo, Campinas realizou no último domingo, 9 de julho, a cerimônia do Sino da Paz Celestial, no Paço Municipal. O evento é realizado anualmente para lembrar a busca da paz pelos cidadãos de Gifu, no Japão, cidade irmã de Campinas bombardeada no final da 2ª Guerra Mundial. Neste mesmo dia, outras 300 cidades pelo mundo tocaram seus sinos pedindo a paz.
 
 
 
A cerimônia contou com as presenças do vice-prefeito Henrique Magalhães Teixeira; dos secretários de Desenvolvimento Econômico, Social e de Turismo, André von Zuben; e de Trabalho e Renda, Luis Yabiku; do presidente do Instituto Cultural do Nipo Brasileiro de Campinas, Tadayoshi Hanada; do vice-presidente do Nipo, Akira Komiyama; e do diretor de Cooperação Internacional de Campinas, Tak Chung Wu.
 
 
 
O vice-prefeito pediu um minuto de silêncio para refletir sobre a paz e em memória das vítimas de Gifu. “Este silêncio é para ser um momento de reflexão para todos. E não somente em razão da Segunda Guerra Mundial, quando muitos de Gifu e de outras cidades sofreram tanto, mas para pensarmos em nossa vida e o que precisamos fazer para trazer de fato paz ao nosso cotidiano, plantando assim uma pequena semente.”
 
 
O secretário André von Zuben leu uma carta enviada ao prefeito Jonas Donizette pelo prefeito de Gifu, Shigemitsu Hosoe, parabenizando Campinas pelo apoio contínuo e respeito à cidade japonesa. Em seu discurso, o secretário também lembrou que recentemente o prefeito Jonas Donizette assinou o projeto de lei que cria o Conselho Municipal de Cultura de Paz. “A criação do conselho foi justamente para construir cada vez essa cultura", afirmou.
 
 
O presidente do Instituto Cultural do Nipo Brasileiro de Campinas também destacou a necessidade de promover a cultura de paz. “A cerimônia do sino da paz é um momento especial. É uma manifestação de amor, de forma simples, mas de grande importância para despertar a paz que existe em cada um de nós”, disse Tadayoshi Hanada.
 
 
O secretário Luis Yabiku parabenizou a prefeitura pela ação e engrossou o pedido de reflexão pela paz.
 
 
O evento foi organizado por meio de trabalho conjunto da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Social e de Turismo e o Instituto Cultural Nipo-Brasileiro de Campinas. A programação teve início com a execução dos hinos do Brasil e Japão. Após os toques do sino, foram realizadas apresentações de Taiko (tradicionais tambores japoneses) e do grupo de dança Yosakoi Soran.
 
 
História
 
Em 9 de julho de 1945, durante a Segunda Guerra Mundial, a cidade de Gifu foi bombardeada. Em 1º de julho de 1988, por meio de uma resolução municipal, Gifu declarou-se "Cidade da Paz".
 
Desde então, o município japonês destaca esse princípio e compartilha com todas as suas cidades-irmãs, que com Campinas se tornou em janeiro de 1982 por meio da Lei Municipal 5.209.
 

Clique aqui para acessar as imagens desta matéria em alta resolução

Crédito: Divulgação

Foto: Autoridades na cerimônia do Sino da Paz no último domingo, 9 de julho | Crédito: Divulgação

Autoridades na cerimônia do Sino da Paz no último domingo, 9 de julho

Crédito: Divulgação

Foto: Vice-prefeito Henrique Magalhães Teixeira pediu um minuto de silêncio | Crédito: Divulgação

Vice-prefeito Henrique Magalhães Teixeira pediu um minuto de silêncio