Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

Notícias

Prefeito inaugura ciclovia Norte-Sul e anuncia novo espaço no Nova Europa


05/10/2015 - 11:51




Com uma manhã nublada, mas agradável, o prefeito Jonas Donizette inaugurou neste domingo, dia 4 de outubro, a ciclovia Norte-Sul, construída no canteiro central da Avenida José de Souza Campos. A ciclovia Norte-Sul integra o projeto “Cicloviva” e é uma obra moderna, que contempla todos os parâmetros de acessibilidade e energia limpa.

 

“É uma ciclovia bonita aos olhos e exemplo de reforço do nosso compromisso com os cicloativistas, de transformar a nossa cidade, tendo a bicicleta como meio de transporte. Estamos unidos para superar as dificuldades e fazer a nossa cidade ser um pouco melhor do que ela já está”, afirmou o prefeito Jonas.

 

No evento, além do prefeito e da primeira-dama Sandra Ciocci, também estavam presentes o vice-prefeito, Henrique Magalhães Teixeira, secretários municipais, vereadores, representantes de conselhos municipais e grupos de cicloativistas. Jonas Donizette aproveitou a oportunidade para anunciar a construção da ciclovia Baden Powell, no Jardim Nova Europa. Mais uma obra prevista no Plano Cicloviário. Além de trechos no distrito de Nova Aparecida e a Taquaral / Theodureto.

 

“O prefeito Jonas nos lançou um desafio de dotar Campinas de uma malha cicloviária, para termos a bicicleta como um modal de deslocamento, interligada ao transporte público coletivo municipal. Estamos trabalhando de forma unida nesse objetivo”, revelou o secretário de Transportes e presidente da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec), Carlos José Barreiro.

 

Acompanhada pelo marido Marcos César e o filho Fernando, de 13 anos, Márcia Cristina Costa elogiou o espaço. “Está maravilhosa (a ciclovia). O espaço estava ocioso e foi muito bem aproveitado. Moro aqui perto e já estou usando a ciclovia. Espero que o povo adote a ideia”.

 

Norte-Sul

A ciclovia Norte-Sul tem 1,3 km de extensão e fica no canteiro central da Avenida José de Souza Campos, no trecho entre as ruas Gustavo Armbrust e Oriente. Ela tem duplo sentido de circulação, incluindo passeio público e iluminação fotovoltaica. O custo da obra foi da ordem de R$ 715,5 mil, sem contabilizar a iluminação.

 

O local tem 50 postes de iluminação fotovoltaica e 25 pares de lixeiras, ao longo do trajeto. A ciclovia foi custeada por três Termos de Ajustamento de Conduta (TAC) e um Termo de Compromisso Ambiental (TCA), como obra de compensação ambiental, firmados com a Secretaria do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável.

 

Ciclovias

Campinas possui quase 28 km de ciclovias e rotas cicláveis. O Plano Cicloviário contempla a implantação de mais 181,9 km de pistas destinadas à circulação de bicicletas.

 

As ciclovias ficarão, preferencialmente, no canteiro central das vias públicas. O Plano também abrange a construção de bicicletários em pontos estratégicos do mobiliário urbano público.

 

A execução dos projetos será em quatro fases. Na Fase 1 do Plano estão previstos 16,3 km. Na Fase 2, 95,1 km. Fase 3, ligada à construção dos corredores do BRT, mais 13,7 km. E na Fase 4, 52,4 km. A previsão inicial da Administração municipal é de que os projetos das fases 1, 2 e 3 sejam concluídos até o final de 2016.

 

Fase 1

A primeira fase do Plano Cicloviário, além do trecho na Mackenzie com 6,7 km inaugurado em 6 de junho, no prolongamento da Avenida Isaura Roque Quércia, e da ciclovia Norte-Sul, também prevê ciclovias na Avenida Baden Powell (1,7 km) e em Barão Geraldo, num trecho de 2,1 km, da Rua Luiz Vicentin à Avenida Santa Isabel.

 

Também há projetos de ciclovias para a Washington Luiz (950 m) e Taquaral / Theodureto (1,6 km). Além de três trechos no distrito de Nova Aparecida, que somam 2 km.

 

No último dia 2 de outubro foi publicado no Diário Oficial do Município edital de licitação para elaboração de projetos executivos e obras dos trechos no Taquaral / Theodureto e Nova Aparecida.

 

Bicicleta

A bicicleta é indicada para deslocamentos curtos, com raio em torno de 5 km. Com velocidade média de 15 km/h, o tempo médio do percurso fica em 20 minutos.

 

O Plano Cicloviário agrega uma rede de ciclovias interligadas ao sistema de transporte público coletivo municipal, possibilitando a integração entre os dois modais. Diferentemente das ciclofaixas, as ciclovias são espaços totalmente segregados do tráfego comum, sendo mais seguras para os deslocamentos.

 

As informações completas sobre o Plano Cicloviário estão disponíveis no site da Emdec, no endereço eletrônico www.emdec.com.br, em “Plano Cicloviário de Campinas”.

 


Clique aqui para acessar as imagens desta matéria em alta resolução

Crédito: Gilson Machado

Crédito: Gilson Machado

Crédito: Gilson Machado

Crédito: Gilson Machado

Crédito: Gilson Machado

Crédito: Gilson Machado

Crédito: Gilson Machado

Crédito: Gilson Machado

Crédito: Gilson Machado

Crédito: Gilson Machado