Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

Notícias

Aplicativo para pessoas com deficiência visual informa sobre ônibus


08/09/2015 - 16:48




  

O aplicativo acessível “Cittamobi Acessibilidade”, para usuários do transporte público coletivo com deficiência visual, foi lançado e apresentado pelo prefeito Jonas Donizette e pela secretária municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida (SMPD) Emmanuelle Alkmin, na manhã desta terça-feira, 8 de setembro, nas dependências da secretaria.

 

 

As pessoas com deficiência não querem nossa comiseração, mas ter condições de igualdade. Nosso objetivo é que a Secretaria da Pessoa com Deficiência seja referência para atender a essas pessoas, mas queremos que as ideias e intenções saiam do papel, que as pessoas com deficiência deixem de ficar entre quatro paredes e tenham condições de enfrentar a vida. Este é mais um passo que damos, é mais um instrumento que fornecemos para que elas possam vencer os obstáculos ”, afirmou o prefeito Jonas Donizette.

 

 

O aplicativo foi adaptado e tem avisos sonoros. Pode ser usado em tablets e celulares, é compatível com os sistemas Android e IOs e pode ser baixado de graça. Chamado de “Busão na Hora Acessível”, o software adaptado foi apresentado aos usuários das entidades ligadas às pessoas com deficiência visual de Campinas, como Centro Louis Braille, Instituto Campineiro dos Cegos Trabalhadores e Pró-visão. Também participaram do lançamento o secretário municipal de Transportes e presidente da Empresa de Desenvolvimento de Campinas (Emdec), Carlos Barreiro, e vereadores.

 

 

Isto faz diferença na vida das pessoas com deficiência visual. Nós não vamos dirigir, então precisamos do transporte coletivo. Para nós, é essencial e sempre será. É um ganho, não somente para cegos, mas também para quem tem dificuldade visual. Todos nós podemos viver melhor”, disse a secretária dos Direitos da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida, Emmanuelle Alkmin.

 

 

Cittamobi Acessibilidade”

 

 

O responsável pelo desenvolvimento do aplicativo acessível é Luiz Eduardo Porto Mariz, que tem deficiência visual e trabalha como consultor para a Cittati, empresa que desenvolveu o software do Cittamobi. Mariz adaptou o sistema para atender às necessidades das pessoas com deficiência visual, a começar por si mesmo. Como o original, o aplicativo informa o horário de chegada do ônibus no ponto e também conta com busca por ônibus adaptados para cadeirantes.

 

 

Não queria ficar 40 minutos esperando um ônibus sem saber quando ele passaria, nem parar todos os todos os ônibus e caminhões tentando adivinhar qual era o meu. Então propus à Cittati uma parceria. A empresa me forneceu todo o banco de dados e desenvolvi a acessibilidade do aplicativo para cegos”, explicou Mariz.

 

 

O Cittamobi acessa o banco de dados do núcleo de monitoramento, que atualiza as posições dos 1.252 ônibus da frota a cada 30 segundos. Na central, seis operadores e um supervisor visualizam o andamento do transporte no mapa de Campinas.

 

 

Com o aplicativo no celular, o usuário com deficiência visual consegue consultar, ao tocar na tela e ouvir as opções, todas as linhas que fazem embarque/desembarque em determinado ponto, e o horário em que os ônibus passarão pelo local desejado.

 

 

Outros recursos do aplicativo permitem obter informação do itinerário da linha e o tempo previsto para chegar ao destino. O aplicativo acessível ainda tem um detalhe importante: o percurso é informado ao usuário, que fica sabendo por onde está passando e recebe um aviso do ponto em que deve desembarcar. “Agora o sistema me avisa quando o ônibus está próximo, por onde está passando e onde devo descer”, disse Mariz.

 

 

O Cittamobi Acessível foi implantando pela primeira vez em Recife, em abril de 2014. Já está em funcionamento em diversas cidades como São Caetano, Volta Redonda, Salvador, Maceió e Ribeirão Preto.


Clique aqui para acessar as imagens desta matéria em alta resolução

Crédito: Luiz Granzotto

Foto: Prefeito fala das políticas para pessoas com deficiência | Crédito: Luiz Granzotto

Prefeito fala das políticas para pessoas com deficiência

Crédito: Luiz Granzotto

Foto: Secretária explica importância do aplicativo | Crédito: Luiz Granzotto

Secretária explica importância do aplicativo

Crédito: Luiz Granzotto

Foto: Responsável pelo aplicativo acessível mostra o funcionamento | Crédito: Luiz Granzotto

Responsável pelo aplicativo acessível mostra o funcionamento

Crédito: Luiz Granzotto

Foto: Pessoas com deficiência testam o aplicativo | Crédito: Luiz Granzotto

Pessoas com deficiência testam o aplicativo

Crédito: Luiz Granzotto

Foto: Prefeito Jonas cumprimenta secretária Emmanuelle | Crédito: Luiz Granzotto

Prefeito Jonas cumprimenta secretária Emmanuelle