Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

Notícias

Beleza da Pedreira do Chapadão encanta visitantes na reinauguração


16/12/2013 - 17:09




Por volta das 19h deste domingo, 15 de dezembro, o prefeito Jonas Donizette, acompanhado pela primeira dama Sandra Ciocci, sua filha Yasmin, e do vice-prefeito Henrique Magalhães Teixeira, iniciou um passeio pela praça revitalizada da Pedreira do Chapadão, abrindo oficialmente o espaço para a população. Todos foram recepcionados com alegria pelos visitantes que estavam no local e por secretários municipais, vereadores e funcionários de diversas pastas da Administração municipal que também foram participar da reinauguração.

Jonas lançou carpas no lago que recebe água de uma cascata artificial, próxima a uma ponte e alguns quiosques para descanso, lazer, leituras e piqueniques.  Depois, todos caminharam até a quadra de esportes e à academia ao ar livre.

Em seguida, o prefeito deu início à apresentação oficial da praça destacando o trabalho de toda a equipe na recuperação do espaço, principalmente a atuação do secretário de Serviços Públicos, Ernesto Paulela, que também fez observações. “Grande parte da cidade de Campinas foi construída no passado com a brita retirada desta pedreira. Este lugar tem uma importância histórica para a cidade”, lembrou Paulela. “Depois de muitos anos abandonada, a Pedreira do Chapadão voltou a pulsar, voltou a viver”, disse emocionado.


O prefeito afirmou que o pedido de revitalização foi um de seus primeiros atos quando assumiu a Prefeitura. “A manutenção deste espaço de lazer, arte, cultura e diversão depende agora da irmandade do Governo com a população. Como diz o poeta, o povo deve ocupar a praça, pois a praça é pública e pertence à população”, disse Jonas.

Revitalização é bem-vinda

Em um domingo agradável de Sol e céu azul, a beleza da obra de revitalização na Pedreira do Chapadão encantou os milhares de visitantes que participaram das atividades e do passeio na Praça Ulysses Guimarães, reinaugurada neste domingo, 15 de dezembro.

Das 8h às 20 horas, a movimentação foi intensa. O espaço de esporte e lazer foi ocupado por casais de namorados, famílias grandes e pequenas e grupos de amigos durante todo o dia.

Sentado no gramado forrado pela espécie esmeralda, Sérgio Augusto Honório, engenheiro de 42 anos, curtiu com sua filha Julia de 5 anos, um sorvetinho na sombra, próximo ao lago e à cascata que faz parte do paisagismo. “Estou me sentido muito feliz com este espaço recuperado. Depois de muitos anos abandonado e utilizado por drogados, enfim foi recuperado e devolvido à população”, comentou.

A paisagem bucólica da nova Pedreira do Chapadão foi elogiada também pelo casal da 3ª idade, Luiz Alexandre Pires, de 75 anos; e Ana Maria Oliveira Pires, de 70 anos; que caminhavam próximo à ponte na manhã ensolarada. “Vou voltar sempre neste lugar para namorar com minha velhinha”, brincou Pires.


Uma exposição de carros antigos também chamou a atenção de muita gente no período da manhã. Marcos Theodoro da Silva, mecânico de 34 anos, disse que a cidade ganhou de volta uma área muito bonita para o lazer e o esporte. “Agora temos que conservar sempre limpo e ocupar a praça para garantir uma qualidade de vida melhor”, comentou.
Além da exposição de carros antigos, o domingo na Pedreira contou com muitas atividades culturais e esportivas. A criançada curtiu o pula-pula, a cama elástica e o tobogã. Outros preferiram jogar um futebol de salão ou treinar nas cestas de basquete na quadra impecável que foi construída.


A academia ao ar livre, com equipamentos de ginástica, foi concorrida também, tanto por pessoas da 3ª idade como por adultos de todas as idades.


Os quiosques para alimentação e o mirante garantiram também aos visitantes momentos de contemplação. Márcia Regina Ferreira, de 23 anos e seu namorado Renato Marques, de 34 anos, gostaram de ver do mirante a beleza da Pedreira e da vista panorâmica do bairro Chapadão.

Repaginada

A área de130 mil metros quadrados foi revitalizada em seis meses com investimentos de R$ 1,3 milhão. Além da repaginada nos equipamentos já existentes, a pedreira ganhou novas atrações e espaços, como o mirante de 30 metros de altura.

Os trabalhos de recuperação tiveram início em 17 de julho deste ano e foram realizados pelo Departamento de Parques e Jardins, ligado à Secretária de Serviços Públicos. O local estava totalmente abandonado há pelo menos dois anos.


Por questões de segurança foi colocado um alambrado novo no entorno do parque e construído um prédio administrativo, que dará suporte ao esquema de segurança que será feito pela guarda patrimonial e pela guarda municipal 24 horas por dia. O funcionamento será diário, inclusive aos feriados, das 6h às 22h.


Além de futebol, basquete e vôlei, a praça permite as praticas de corrida e caminhada na pista de 2 mil metros recuperada. Uma pista com acessibilidade será construída nos próximos 20 dias.

Na pedreira, as árvores existentes foram podadas e houve o plantio de 4 mil metros de grama esmeralda, 500 mudas de árvores nativas (jequitibás, jatobás e ipês, entre outras), além de 20 mil mudas de flores e plantas ornamentais.

Um estacionamento com capacidade para 60 veículos também foi construído, assim como novos banheiros (na área Leste da Pedreira) e a recuperação do palco.


O espaço conta também com três quiosques, dois playgrounds, academia ao ar livre, pista de skate, pátio com piso de paralelepípedos, palco de eventos e nova iluminação.
O lago foi recuperado com a colocação de peixes e reparos nas pontes de madeira. Os bancos, a pista de Cooper e as floreiras também foram cuidados.

Em uma das praças do local, foi instalado ainda um circo-escola, para que crianças tenham aula e desenvolvam atividades circenses no espaço.

A revitalização também contempla o memorial em homenagem a Ulysses Guimarães. Uma praça de alimentação deverá ser instalada, pois o processo de licitação está em andamento.

 


Clique aqui para acessar as imagens desta matéria em alta resolução

Crédito: Edivaldo S. Alves/Sanasa

Crédito: Edivaldo S. Alves/Sanasa

Crédito: Edivaldo S. Alves/Sanasa

Crédito: Edivaldo S. Alves/Sanasa

Crédito: Edivaldo S. Alves/Sanasa

Crédito: Edivaldo S. Alves/Sanasa

Crédito: Edivaldo S. Alves/Sanasa

Crédito: Edivaldo S. Alves/Sanasa

Crédito: Edivaldo S. Alves/Sanasa

Crédito: Edivaldo S. Alves/Sanasa