Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

Bandeira


O uso da bandeira tem origem militar, na Idade Média, e prestava-se a orientar o agrupamento dos guerreiros em torno do chefe durante os combates. Os cavaleiros, em batalha, cobriam-se de armaduras e capacetes, de tal modo que ficava difícil distinguir o amigo do inimigo. Ornamentos exteriores, normalmente com os símbolos de determinado senhor ou ramo de família, permitiam a identificação e reunião em torno de uma bandeira. Inicialmente, erguia-se na lança o Brasão de Armas que normalmente era de madeira e couro (e não de pano) e depois surgiram os panos coloridos bordados com as insígnias heráldicas.

Os nobres sem ocupação que não a de viver da renda da terra e do trabalho dos súditos se dedicavam à arte da guerra e viviam em torneios para mostrar sua habilidade e coragem.

Posteriormente, com a extinção dos regimes feudais e o surgimento das nações, a bandeira serviu para simbolizar sua soberania.

A ciência que disciplina as bandeiras é chamada de Vexilologia, que unificou a forma das bandeiras em retangular com 14x20, ou seja, 14 módulos de altura por 20 de comprimento. A leitura de uma bandeira pode ser feita de ambos os lados, mas o que determina o verso e reverso é a haste. O verso do pano é o que tem à direita a haste (a direita da bandeira corresponde à esquerda do leitor).

A iniciativa da criação da bandeira de Campinas fora do então vereador Romeu Santini que, após consulta ao poeta e heraldista Guilherme de Almeida, apresentou seu projeto à Câmara Municipal.

A Bandeira de Campinas fora oficialmente instituída pela Lei Municipal no 2.523, de 26 de janeiro de 1.961, que adotou o escudo da Resolução no 1.001, de 25 de setembro de 1.937, sem os seus atributos exteriores e nas cores originais, circundado com os dizeres “MUNICÍPIO DE CAMPINAS SÃO PAULO”.

Note-se, portanto, que a Fênix da bandeira é estilizada, diferente da Fênix do Brasão devido ao restabelecimento, para o Brasão, do desenho original de1889 pela Lei Municipal 4.335, de 6 de novembro de1973.

Esta Lei determina que a Bandeira seja obrigatoriamente hasteada nas repartições municipais sempre que o forem os pavilhões brasileiro e paulista.


Bandeira




PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS. Secretaria Municipal de Administração. Departamento de Auditoria. Cartilha de Símbolos de Campinas. Campinas: 2008. Disponível em: http://campinas.sp.gov.br/sa/impressos/adm/FO757.pdf. Acesso em: 28 de maio de 2008, p. 40-43.

Avenida Anchieta, nº 200 – Campinas - SP – CEP: 13015-904 — PABX: (19) 2116-0555 — CNPJ 51.885.242/0001-40

Prefeitura Municipal de Campinas

Prefeitura Municipal de Campinas - © Todos os direitos reservados